CUIDADOR E TÉCNICO DE ENFERMAGEM

January 11, 2017

CUIDADOR E TÉCNICO DE ENFERMAGEM

 

O envelhecimento da população brasileira já é uma realidade. Temos 23 milhões de pessoas idosas no Brasil, com perspectiva de chegar a 35 milhões em menos de 20 anos. Com isto, muitas questões relacionadas ao envelhecimento aparecem com força cada vez maior.

 

Um exemplo são as doenças próprias das pessoas mais idosas, tais como catarata, osteoporose, problemas articulares e ortopédicos e a doença de Alzheimer e Parkinson, que gera uma preocupação nas famílias sobre quem e como cuidar dos seus idosos.

Para o Conselho Federal de Enfermagem, a tendência da população, de viver cada vez mais e exigir cuidados específicos, é necessitar de profissionais especializados, como Técnicos de Enfermagem e Enfermeiros, garantindo assim a segurança no atendimento.

Partindo deste princípio, quem é o cuidador, quais são as suas atribuições e qual a sua relação trabalhista?

 

O cuidador de pessoa idosa é o profissional que desempenha funções de acompanhamento e assistência exclusivamente à pessoa idosa. Poderão exercer a profissão pessoas com mais de 18 anos que tenham concluído o ensino fundamental e curso de qualificação específico, conferido por instituição de ensino reconhecida por órgão público de educação competente.

 

Como qualidades, a principal delas é ter paciência e gostar do que faz. Além disso, é preciso ter muita responsabilidade, já que suas ações refletem diretamente na vida da pessoa que está sendo cuidada.

Organização, simpatia, empatia, sensibilidade e delicadeza também são qualidades que todo cuidador de idosos deve ter.

 

As atribuições do profissional cuidador são limitadas a administração de medicamentos e dieta por via oral, auxílio nos cuidados de higiene e troca de fraldas, preparo da alimentação e manutenção da limpeza do quarto e da roupa dos idosos, com autorização e supervisão do Médico ou Enfermeiro do paciente. Com isso, fica assegurado que esses profissionais de saúde devem delegar, sempre que possível e seguro, tais atividades aos cuidadores.

Do ponto de vista do Direito do Trabalho, o Cuidador será regido pela legislação relativa ao emprego doméstico, ficando garantidos os direitos mínimos de um trabalhador de carteira assinada.

Para traçar um parâmetro, vamos ver agora quem é o Técnico de Enfermagem e quais são suas atribuições.

O Técnico de Enfermagem é um profissional com mais de 18 anos que tenha concluído o Ensino Médio e o Curso de 2 anos de duração de Técnico de Enfermagem, em instituição de ensino reconhecida pelo MEC. A Profissão é regulamentada e fiscalizada pelos Conselhos Regionais e o Conselho Federal de Enfermagem. Para receber sua carteira de habilitação ao trabalho de Técnico de Enfermagem, todo o seu histórico escolar é analisado para atestar a veracidade do mesmo.

As atribuições do Técnico de Enfermagem, bem como do Enfermeiro, estão regulamentadas na Lei N 7.498/86 do Conselho Federal de Enfermagem, e as do Técnicos de Enfermagem consistem em:

 

I – assistir ao Enfermeiro:

a) no planejamento, programação, orientação e supervisão das atividades de assistência de Enfermagem;

 

b) na prestação de cuidados diretos de Enfermagem a pacientes em estado grave ou que necessitem de cuidados especiais, tais como gastrostomia (GTT) e sonda enteral para alimentação, cateter vesical para urinar; hidratação venosa, aspiração de secreção, oxigenoterapia, hidratação venosa, administração de medicamentos intramuscular ou venoso, monitorização dos sinais vitais;

 

c) na prevenção e controle das doenças transmissíveis em geral em programas de vigilância epidemiológica;

 

d) na prevenção e controle sistemático da infecção hospitalar;

 

e) na prevenção e controle sistemático de danos físicos que possam ser causados a pacientes durante a assistência de saúde;

 

f) na execução dos programas e nas atividades de assistência integral à saúde individual e de grupos específicos, particularmente daqueles prioritários e de alto risco, e programas de higiene e segurança do trabalho e de prevenção de acidentes e de doenças profissionais e do trabalho;

 

I – executar atividades de assistência de Enfermagem, excetuadas as privativas do Enfermeiro.

 

III – integrar a equipe de saúde.

 

Agora que você já sabe a diferença entre um Técnico de Enfermagem e um Cuidador, faça a escolha certa para cuidar do seu idoso querido.

 

JACQUELINE CALÇADO

NURSING HOME CARE

 

 

Please reload

RECEITAS

APRENDENDO A JOGAR

November 6, 2019

1/10
Please reload

POSTS RECENTES

November 6, 2019

September 18, 2019

August 15, 2019

June 15, 2019

Please reload

Arquivo