ALTERAÇÃO NO PALADAR

July 5, 2016

 

Com o passar dos anos, há alterações do envelhecimento no nível dos órgãos sensitivos: visão, audição, tato, olfato e paladar, que alteram sensivelmente a qualidade de vida. Quem não gosta de apreciar um novo sabor? Um prato de família? Infelizmente, em algumas pessoas, ocorrem alterações que vão reduzir significativamente o número de botões gustativos, ocasionando problemas no limiar gustativo. Mas em algumas pessoas, isso não é um problema. Essas modificações vão desde paladar distorcido a uma completa perda de paladar, assim classificados:

 

1. Disgeusia - que é a sensação de um gosto ruim persistente, gosto metalizado.

 

2. Hipogeusia - diminuição da função do gosto para um ou mais dos quatro sabores básicos.

 

3. Ageusia - que é a falta absoluta de sensações de paladar. Pessoas com estes problemas têm a alteração na sensação de uma ou mais categorias dos sabores: doce, salgado, amarg, azedo e picante.

 

Problemas de paladar podem ser causados por qualquer coisa que interrompa a transferência de sensações de gosto para o cérebro ou por condições que afetam a forma de

como o cérebro interpreta essas sensações. Também, pode enfraquecer ou destruir um alerta que a maioria de nós tem para detectar alimentos estragados ou algum ingrediente que não gostamos ou não podemos comer. O paladar tem um impacto enorme na saúde mental e física de ser humano. Podem sim, afetar a saúde não somente pelos efeitos diretos sobre a ingestão de alimentos líquidos ou sólidos, mas também levar a pessoa a se alimentar mal, bem como, correndo riscos para doenças cardíacas e diabetes.

 

Sem contar que existe à privação de um dos grandes prazeres da vida, o que poderá acarretar uma depressão. A língua detectar apenas gostos doces, salgados, azedos e amargos. Uma boa parte do que é percebido como "gosto" é, na verdade, cheiro. Atribuímos ao olfato um papel importantíssimo para a apreciação de alimentos. O paladar e o olfato estão conectados, por isso, as papilas gustativas da língua identificam o gosto e os nervos do nariz, o odor.

 

Por este motivo, é muito comum que pessoas com problemas de paladar, apresentem um distúrbio de olfato que pode dificultar a identificação do sabor de um alimento (sabor é uma combinação de gosto e cheiro). Chegam a dizer que a comida não tem gosto, o que não é a realidade. O melhor prognóstico está relacionado com a rapidez do diagnóstico. Esse é feito por um Fonoaudiólogo ou Médico através de anamnese.

 

Nos casos em que o problema do paladar não possa ser encontrado, exames dos nervos responsáveis pelo paladar (VII, IX, X), tomografia, possíveis alterações nos seios da face ou parte do cérebro que controla o olfato, auxiliam no diagnóstico. Geralmente, problemas com a falta do paladar pode está associada a:

 

 Tabagismo (especialmente cachimbo);

 

 Queimadura;

 

 Sinusite- Infecção nasal - Pólipos nasais – Resfriado;

 

 Fatores psicológicos;

 

 Paralisia de Bell;

 

 Infecções nas glândulas salivares;

 

 Hipofunção das glândulas salivares (associado ou não com a diminuição da quantidade de saliva secretada);

 

 Tratamentos oncológicos incluindo a radioterapia na região de cabeça e pescoço e alguns tipos de quimioterapia;

 

 Consequência de cirurgia no ouvido;

 

 Deficiência de vitamina B12 ou zinco;

 

 Uso de alguns medicamentos, como antitireodianos, captopril, griseofulvina, lítio, penicilina, procarbazina, rifampin, etc;

 

 Doenças degenerativas do sistema nervoso, tais como Parkinson ou Alzheimer;

 

 Má higiene bucal. Tratamento fonoterápico

 

A terapia fonoaudiológica procurar restituir a capacidade das papilas gustativas. A partir da estimulação digital são estimuladas as regiões intra-orais. O paciente é estimulado em um ponto específico da região intra-oral em geral, com sabores amargos, azedos, doces e salgados. Quando a perda é decorrente do fumo, o tratamento, nesses casos, pressupõe a abstenção do cigarro.Com isso as papilas se restabeleçam e o paladar volte aos padrões normais, mas isso dependerá do tempo e do tamanho do vício.

 

Já as mudanças em relação aos remédios, são revertidas quando são removidas as drogas responsáveis pela alteração, embora a recuperação possa demorar vários meses. Outra técnica simples para ajudar as pessoas com diminuição da acuidade do gosto é incentivá-las a mastigar muito bem os alimentos, permitindo que mais moléculas interajam com os receptores.

 

Um fator importante a se considerar são os cuidados com a higiene bucal, que por vezes, é deficiente no idoso. A cavidade oral bem higienizada e lubrificada com saliva de boa qualidade é fundamental para a volta do apetite e do paladar para os idosos. Por isso, ao perceber qualquer mudança no paladar, procure um especialista. O fonoaudiólogo podem ajudar fazendo um diagnóstico.

Please reload

RECEITAS

APRENDENDO A JOGAR

November 6, 2019

1/10
Please reload

POSTS RECENTES

November 6, 2019

September 18, 2019

August 15, 2019

June 15, 2019

Please reload

Arquivo