Buscar
  • Dra. Roberta França

FEBRE AMARELA – APRENDER E MULTIPLICAR!


FEBRE AMARELA – APRENDER E MULTIPLICAR!

A febre amarela é uma doença infecciosa grave, causada por vírus e transmitida em áreas urbanas pelo mosquito Aedes Aegypti. O período de incubação no homem varia de 3 a 6 dias, podendo se estender até 15 dias. A viremia dura no máximo 7 dias e vai de 24-48 horas antes do aparecimento dos sintomas até 3 a 5 dias após o início da doença, e é durante esse período que o homem pode infectar os mosquitos transmissores.

Nos casos que evoluem para a cura, a infecção confere imunidade duradoura!

O quadro inicial tem inicio súbito e dura cerca de 3 dias, e os sintomas inespecíficos como:

- febre

-calafrios,

-cefaleia (dor de cabeça),

-lombalgia,

-mialgias generalizadas

-prostração,

-náuseas e vômitos.

Após esse período geralmente ocorre declínio da temperatura e diminuição dos sintomas e melhora no paciente.

Em alguns casos pode ocorrer retorno dos sintomas 1 a 2 dias após a melhora inicial. Isso caracteriza o período toxêmico , quando reaparece a febre, a diarreia e os vômitos têm aspecto de borra de café. Instala-se quadro de insuficiência hepatorrenal caracterizado por icterícia, oligúria, anúria e albuminúria, acompanhado de manifestações hemorrágicas: gengivorragia, epistaxe, otorragia, hematêmese, melena, hematúria, sangramentos em locais de punção venosa e prostração intensa, além de comprometimento do sensório, com obnubilação mental e torpor, com evolução para coma e morte.

O pulso torna-se mais lento, apesar da temperatura elevada. Essa dissociação pulso-temperatura é conhecida como sinal de Faget.

O tratamento da Febre Amarela é apenas sintomático, o paciente deve permanecer em repouso, com reposição de líquidos e das perdas sanguíneas, quando indicado. Nas formas graves, o paciente deve ser atendido em Unidade de Terapia Intensiva, com vista a reduzir as complicações e o risco de óbito. Todas as medicações que contenham salicilato ou derivados (AAS e Aspirina), não devem ser utilizadas, já que seu uso pode favorecer o aparecimento de manifestações hemorrágicas.

A vacina contra febre amarela é a medida mais importante e eficaz para prevenção e controle da doença , no entanto há um grupo de pacientes cuja vacinação está contra indicada:

São contraindicações para realização da vacina contra febre amarela:

  • Crianças menores de 6 meses de idade.

  • Pacientes com imunodepressão de qualquer natureza.

  • Pacientes infectados pelo HIV com imunossupressão grave, com a contagem de células CD4 <200 células/mm3 ou menor de 15% do total de linfócitos para crianças menores de 6 anos.

  • Pacientes em tratamento com drogas imunossupressoras (corticosteroides, quimioterapia, radioterapia, imunomoduladores).

  • Pacientes submetidos a transplante de órgãos.

  • Pacientes com imunodeficiência primária.

  • Pacientes com neoplasia.

  • Pacientes com história pregressa de doenças do timo (miastenia gravis, timoma, casos de ausência de timo ou remoção cirúrgica).

  • Indivíduos com história de reação anafilática relacionada a substâncias presentes na vacina (ovo de galinha e seus derivados, gelatina bovina ou outras).

PESSOAS COM MAIS DE 60 anos não é uma contraindicação para receber a vacina, no entanto a vacinação nessa faixa etária requer avaliação médica, devendo ser observadas a presença de morbidades que contraindiquem a vacinação e análise cuidadosa de risco versus benefício. Justifica-se realizar a vacina apenas quando o idoso residir ou viajar para área com risco de transmissão de febre amarela.

Os eventos adversos da vacina mais comuns são dor local, mal-estar, cefaleia, dores musculares e febre baixa, o que ocorre em 2 a 5% dos vacinados, por volta do 5º ao 10º dia. Essas manifestações duram de 1 a 2 dias.

Diante de tantas questões a maior bandeira que devemos levantar é a da prevenção, ou seja,

ACABAR COM OS CRIADOUROS DOS MOSQUITOS!

ESSA É UMA LUTA SOCIAL... A RESPONSABILIDADE É DE CADA UM E DE TODOS NÓS!

FAÇAMOS NOSSA PARTE

Dra Roberta França

Medicina Geriátrica

www.cantinhodageriatria.com.br

#RobertaFrança #febreamarela

9 visualizações

CANTINHO DA GERIATRIA

Textos e artigos da Dra. Roberta França

SIGA NAS REDES

  • Black Facebook Icon
  • Black Instagram Icon
  • Black Blogger Icon

SIGA O CANTINHO NO FACEBOOK

Cantinho da Geriatria 2020 © - Todos os Direitos Reservados

desenvolvido por Toco Me Voy