Buscar
  • Dra Roberta França

EXERCÍCIO FÍSICO E MEMÓRIA


Na última quinta-feira, dia 19, tivemos a palestra “Esquecer é normal?” da Dra Roberta França, realizada na drogaria Galanti em Copacabana. Quem estava lá, vai lembrar que uma das dicas para conservar ou estimular um bom funcionamento da memória, é a prática de exercício físico. Então, hoje trazemos pra vocês um pouquinho mais sobre essa relação memória X exercício X cognição.

Benefícios cardiorrespiratórios, diminuição do risco de doenças crônico-degenerativas e benefícios osteomioarticulares são conhecidos quando falamos de exercício físico. No entanto, outro aspecto vem ganhando espaço e notoriedade: é o benefício cognitivo. Mas o que é cognição? São as fases do processo de informação, como percepção, aprendizagem, memória, atenção, vigilância, raciocínio e solução de problemas. Além disso, o funcionamento psicomotor (tempo de reação, tempo de movimento, velocidade de desempenho) tem sido frequentemente incluído dentro deste conceito de cognição.

Hoje em dia, estudos têm demonstrado que a prática regular de exercício físico melhora a função cerebral, diminui o risco de acometimento de desordens mentais, protege os nossos neurônios e resulta em um funcionamento cognitivo mais rápido e eficaz, isso se dá por causa do aumento do fluxo sanguíneo cerebral durante o exercício físico e, por conseguinte, do aporte de nutrientes no cérebro, além do aumento da atividade dos neurotransmissores.

É importante que se faça atividades prazerosas. Caminhar é ótimo, mas outros exercícios também podem ajudar na função cognitiva. A dança, por exemplo, pode ser uma boa opção de exercício que auxilia na memória, pois além dos benefícios do exercício físico de uma forma geral, ela ainda estimula o cérebro para decorar passos, novos movimentos e sequências. O pilates também é uma boa opção, pois trabalha durante toda a aula, a concentração e a coordenação junto com a respiração. Desta forma também diminui o estresse e a ansiedade, que muitas vezes provoca essa dificuldade em registrar e armazenar novas informações.

Sempre que é necessário aprender algo novo, o cérebro é obrigado a fazer novas conexões com isso vai estimulando novas áreas e aumentando de tamanho.

Quando foi a última vez que você fez algo pela primeira vez? Pense nisso! Procure novos prazeres, novas atividades. Desta forma, estará fazendo bem a sua saúde e estimulando e exercitando o cérebro.

Sua saúde é seu projeto de vida mais importante! Não deixe para depois! Comece a cuida de você agora!

contato@provitalfisioterapia.com.br


8 visualizações

CANTINHO DA GERIATRIA

Textos e artigos da Dra. Roberta França

SIGA NAS REDES

  • Black Facebook Icon
  • Black Instagram Icon
  • Black Blogger Icon

SIGA O CANTINHO NO FACEBOOK

Cantinho da Geriatria 2020 © - Todos os Direitos Reservados

desenvolvido por Toco Me Voy