Buscar
  • Dra Roberta França

O QUE CAUSA O ENVELHECIMENTO DA VOZ?


Com a passagem dos anos diminui a capacidade de habilidades do corpo, tornando mais difícil o controle dos músculos e também de percepção, afetando inclusive a laringe (órgão por onde sai a nossa voz), que resulta numa mudança na voz.

Também conhecida como Presbifonia, o envelhecimento vocal é um fato universal que atinge a todos e traz com ele uma série de mudanças físicas, sociais e também de atitudes e pensamentos.

Como causa do envelhecimento da voz, encontramos uma série de alterações:

 Capacidade pulmonar diminuída,

 Epitélio de revestimento da laringe,

 Atrofia da musculatura laríngea,

 Calcificação das suas cartilagens,

 Alterações na estrutura de camadas das pregas vocais e de seu padrão

vibratório.

Como consequência a voz do idoso pode apresenta as seguintes características:

 Soprosidade e aspereza;

 Semelhança da voz de homens e mulheres. Vozes masculinas

tornam-se mais agudas e as femininas mais graves, prejudicando a

identificação pessoal através do sexo;

 Fala monótona. Verificamos ausência dos extremos da escala vocal,

prejudicando a ênfase e a “emoção” da voz;

 Diminuição da altura da voz (vai ficando cada vez mais baixa);

 A voz também apresenta tremores;

 Mais lenta.

 Momento maior de respiração entre um conteúdo a ser falado e

outro.

A terapia vocal para o idoso tem como objetivo, minimizar o impacto produzido pelo envelhecimento, investindo em ações preventivas como:

 Fazer atividades físicas

 Enquanto estiver falando, mantenha a postura do corpo sempre reta, no eixo, porém relaxada, principalmente a cabeça;

 Beber água, regularmente, em temperatura ambiente, em pequenos goles.

A água hidrata as pregas vocais;

 Mantenha uma alimentação saudável e regular.

 Evite café, bebidas gasosas e cigarro. Eles irritam a laringe;

 Coma uma maçã – ela é adstringente, ou seja, limpa o trato vocal e sua mastigação exercita a musculatura responsável pela articulação das palavras.

 Na hora de acordar e levantar da cama espreguice e faça alongamentos para relaxar;

 Durante o banho, deixe a água quente cair nos ombros, fazendo movimentos de rotação com a cabeça e ombros. Isso ajuda a diminuir a tensão do dia-a-dia;

 Utilize alguns horários do seu dia para descansar e relaxar, tentando poupar a sua voz.

Nunca deixando de citar a terapia propriamente dita, que irá contribuir com eficiência e eficácia para a melhoria da comunicação, através de exercícios vocais.

Cabe ressaltar que as alterações que a voz apresenta no envelhecimento não são as mesmas para todas as pessoas. Para aquelas que tiveram mais problemas de

saúde, precisando ficar entubadas, ingeriram mais medicamentos ou foram acometidas por problemas neurológicos e/ou psicológicos, além de hábitos prejudiciais que devem ser evitados, tais como:

 Evite gritar ou falar com muita intensidade;

 Pigarrear – essa ação provoca um forte atrito nas pregas vocais,

 Ingerir líquidos em temperaturas extremas, ou seja, muito gelado ou

 Fumar. O fumo é altamente nocivo;

 Consumir álcool;

 Chupar balas ou pastilhas fortes quando estiver com a garganta irritada,

 Ar condicionado – prejudica a mucosa das pregas vocais;

 Evitar a fala durante os exercícios físicos: qualquer exercício de esforço irritando-as; muito quente; mascarando o sintoma; muscular junto com a fala irá provocar sobrecarga na musculatura da laringe;

 Evitar cantar de maneira inadequada;

 Evitar falar muito após o consumo de grandes quantidades de aspirinas,

 Evitar usar roupas apertadas na altura do pescoço e na cintura, pois irá

 Evitar alimentos pesados e muito condimentados, pois além de calmantes e diuréticos: a aspirina provoca o aumento da circulação sanguínea na periferia das pregas vocais.

Os diuréticos e calmantes ressecam as mucosas; dificultar a livre movimentação da laringe e também a movimentação do diafragma; provocar azia, má digestão e refluxo de secreções gástricas, dificulta também a movimentação livre do músculo diafragma, essencial para a respiração.

A prevenção vocal só depende da conscientização de cada pessoa.

Ana Mendes

Fonoaudióloga CRF nº3025 RJ

Contato.anamendes.br@gmail.com

www.cantinhodageriatria.com.br

Cel (21)999731439


0 visualização

CANTINHO DA GERIATRIA

Textos e artigos da Dra. Roberta França

SIGA NAS REDES

  • Black Facebook Icon
  • Black Instagram Icon
  • Black Blogger Icon

SIGA O CANTINHO NO FACEBOOK

Cantinho da Geriatria 2020 © - Todos os Direitos Reservados

desenvolvido por Toco Me Voy