Buscar
  • Dra Roberta França

IDOSOS INSTITUCIONALIZADOS


Idosos institucionalizados: a arte de cuidar sem abandonar!!!

O grande dilema de toda família quando pensa em colocar seu idoso numa ILPI (instituição de longa permanência ) é : " o que todos vão pensar de mim?" "Vão me achar uma pessoa horrível, abandonando meu pai/mãe, num asilo!" Essa idéia, ainda muito presente para a maioria das pessoas, vem do histórico do nosso país de abrigos, denominados asilos, onde eram recebidos idosos e também doentes psiquiátricos, sem a menor infraestrutura material e humana para tal. Acreditava - se que o velho já não precisava mais de tratamento, visto que sua morte era uma questão de tempo e os pacientes psiquiátricos eram vistos como irrecuperáveis! Com o avanço da medicina diagnóstica e os tratamentos, além da própria mudança no entendimento da geriatria os conceitos foram mudando e atualmente temos clínicas geriatricas, altamente capacitadas para cuidar do Idoso em sua mais alta complexidade, principalmente quando as demências avançam e os cuidados redobram. Claro que continuam existindo lugares terríveis! Sem mínimas condições de higiene e pessoas especializadas, onde os idosos são abandonados a própria sorte e morrem muitas vezes por doenças infecto contagiosas. Porém não podemos generalizar, tem muita gente trabalhando sério, com amor e dedicação! Faço parte deste grupo! Sou diretora médica de uma instituição há quase 10 anos e tenho muita história pra contar. Acreditem, abandona quem quer! Institucionalizar as vezes é a única solução para os filhos únicos que já vivênciaram seus pais sendo maltratados por cuidadores, empregados domésticos ou por outros familiares que se dispuseram a cuidar! Vemos isso nos jornais todos os dias. .. Não é a institucionalização em si mas a forma como você a vivência! !! Tenho familiares que visitam seus idosos todos os dias!! Tenho filhos que semanalmente levam suas mães para tomar o chá das cinco no Shopping, faça sol ou chuva! E ela não se lembra de nada horas depois!!! E daí? Tenho filhos que nunca visitam! Tenho filhos que não atendem nossas ligações. .. Tenho filhos que esqueceram de lembrar que ainda têm pais... Depois de tantos anos nesta estrada, aprendi a não julgar... Acredito que cada um carrega sua história e suas razões, e quem sou eu para dizer o que está certo ou errado... Mas acredito que ninguém merece ser abandonado... O perdão é acima de tudo libertação! Talvez o outro nem mereça, mas a paz fica em quem perdoa... Essa foi minha grande lição...


13 visualizações

CANTINHO DA GERIATRIA

Textos e artigos da Dra. Roberta França

SIGA NAS REDES

  • Black Facebook Icon
  • Black Instagram Icon
  • Black Blogger Icon

SIGA O CANTINHO NO FACEBOOK

Cantinho da Geriatria 2020 © - Todos os Direitos Reservados

desenvolvido por Toco Me Voy