Buscar
  • Dra Roberta França

ANTIDEPRESSIVOS


Tomar ou não Tomar... eis a questão! Falar de antidepressivo é tão polêmico quanto falar de depressão. Apesar de todas as comprovações científicas que a Depressão é uma doença séria e importante de ser diagnosticada e tratada, o preconceito contra ela é tão forte quanto seu tratamento. Vivemos numa sociedade cada vez mais consumista, imediatista e ansiosa. Temos cada vez mais dificuldade em viver o tempo presente. Sofremos pelo passado e nos angustiamos com o porvir... em vão! Enquanto isso, a vida passa por nós cada vez mais veloz sem nos darmos conta do quanto perdemos a chance de brindar o agora. Em meio a tudo isso , os diagnósticos só aumentam. Exagero? Muito! Todo mundo parece ter algum distúrbio psiquiátrico enquanto nossa humanidade vai sendo perdida... sentimentos como tristeza, medo, angústia e melancolia vão sendo substituídos por depressão, pânico, ansiedade e esquizofrenia. A competição de vida diária por realidades perfeitas, carros mais potentes, casas melhores, viagens maiores levam a crescente busca do ter... sem ser! Mas então nada é verdadeiramente patológico? Claro que sim! A depressão existe sim, tendo inclusive, um grande fator de risco: a história familiar. Pacientes com depressão diagnosticada precisam de tratamento! Aqui, medicamentos, atividade física regular e terapias convencionais e alternativas são fundamentais! É muito importante que o paciente compreenda que nenhum remédio "vicia" quando bem prescrito e acompanhado. Tudo que é usado em excesso faz mal ou vicia ( cigarro, álcool, comida) Nenhum remédio faz milagre! Dar todo crédito a medicação é certeza da frustração e abandono do tratamento. As coisas funcionam em conjunto e será exatamente o conjunto que trará a melhora. Vejo muitos pacientes abandonarem tratamentos por medo de viciar, porque leram a bula, por acharem que depressão é frescura, que "uma hora passa"... Nunca vi ninguém abandonar fórmulas emagrecedoras apesar de todos os efeitos colaterais, apesar das contra indicações, apesar de nem saber exatamente o que está tomando... Coisas da vida moderna ... corpos esculpidos em músculos com mentes anoréxicas... A vida clama por mais amor, generosidade e paz de espírito! Não dá mais para separar o corpo da alma! Sejamos mais atentos e cuidadosos! Ao corpo o remédio necessário... A alma a paz merecida...


0 visualização

CANTINHO DA GERIATRIA

Textos e artigos da Dra. Roberta França

SIGA NAS REDES

  • Black Facebook Icon
  • Black Instagram Icon
  • Black Blogger Icon

SIGA O CANTINHO NO FACEBOOK

Cantinho da Geriatria 2020 © - Todos os Direitos Reservados

desenvolvido por Toco Me Voy