Buscar
  • Dra Roberta França

MEDICINA ANTI-ENVELHECIMENTO?COMO ASSIM?


Poucas coisas dentro da medicina me incomodam tanto como esse termo anti-envelhecimento! Como geriatra fico perplexa ao ouvir as pessoas falando, discutindo, querendo e consumindo produtos que prometem parar o envelhecimento. Como, se a certeza maior que temos na vida desde que nascemos é que a única maneira de viver muito tempo é envelhecer! Caso contrário à saída é morrer! As pessoas querem tanto não envelhecer e esquecem que velhice não é sinônimo de doença! É absolutamente possível viver bem e envelhecer de forma saudável, porém as escolhas vão muito além de pílulas milagrosas e duvidosas! Envelhecer bem exige viver bem. Não há milagre. Beber muito, fumar, usar drogas, perder noites e noites de sono, ser sedentário e comer entre gorduras e carboidratos certamente não estão na lista da vida e velhice saudáveis! É preciso mudar! E aqui começam os problemas. Quem quer mudar velhos hábitos? Quem realmente deseja melhorar sua qualidade de vida em prol de uma velhice saudável? Tomar remédio é muito mais fácil. Hormônios e estimulantes são mais rápidos que malhar e fazer dieta. Antidepressivos são mais imediatos que psicoterapia. Ansioliticos são mais rápidos que uma boa higiene do sono. Diante dos imediatismos de um mundo pautado na corrida contra o tempo, em corpos sarados e no culto a juventude a qualquer preço vamos perdendo o direito de desacelerar, de ter rugas e cabelos brancos. Cada vez mais vejo pessoas tomando 5 a 10 tipos se suplementos "anti envelhecimento" por dia, buscar tratamentos estéticos dos mais variados, cirurgias plásticas e dietas mirabolantes que prometem fazer todos ( sem distinção ) perder até 10 quilos em 30 dias. Raramente ouço um paciente questionar a verdade por trás de tudo isso, a eficácia dos tratamentos, as contra-indicações, os problemas que podem acarretar. Tudo é visto como natural. Por outro lado ouço pacientes questionando uso de insulina, anti-hipertensivos, etc... Todas as bulas são lidas e pesquisadas no Google. Qual a lógica disso? Só posso pensar que estamos mais preocupados em PARECER do que SER! Damos mais valor ao tratamento do que a prevenção. Pensamos mais no "agora" do que no "um dia de cada vez"... Não é isso que acredito e portanto não faço. Sou geriatra com todo orgulho e amor do mundo. Minha medicina é DO envelhecimento, faço a medicina da longevidade!!! Sempre acreditei que a velhice é nossa grande vitória sobre todos os percalços da vida... Nunca mudei! Que venham muitos anos... Que venham muitas rugas... Que venham muitas memórias... Que façamos história!


9 visualizações

CANTINHO DA GERIATRIA

Textos e artigos da Dra. Roberta França

SIGA NAS REDES

  • Black Facebook Icon
  • Black Instagram Icon
  • Black Blogger Icon

SIGA O CANTINHO NO FACEBOOK

Cantinho da Geriatria 2020 © - Todos os Direitos Reservados

desenvolvido por Toco Me Voy